Criopreservação de Células Tronco

Com o desenvolvimento tecnológico e com os avanços científicos, os obstáculos da medicina vêm diminuindo ao longo dos anos. Desde 1988, o sangue do cordão umbilical e placentário (SCUP), responsável por transportar nutrientes e conduzir oxigênio ao bebê, é utilizado para tratamento de doenças hematológicas e imunológicas, uma vez que é rico em células tronco hematopoiéticas que são capazes de reconstituir a função da medula óssea.

Por que coletar o sangue de cordão?

  • É utilizado no tratamento de doenças com indicação de transplante de medula óssea.
  • Pode ser coletado para transplante autólogo (para uso próprio) ou para transplante alogênico (para uso da família ou público) em qualquer lugar do país ou do mundo.
  • Estudos sugerem que a probabilidade de sobrevivência após o transplante de células provenientes do sangue de cordão, é igual ou superior em relação ao transplante de células provenientes da medula óssea.
  • As taxas de rejeição e de reincidência da doença são inferiores depois do transplante do SCUP, em comparação à medula óssea.
  • Grande possibilidade de compatibilidade completa entre irmãos diretos.
  • Novos estudos estão sendo feitos sobre as vantagens da terapia com SCUP em outras doenças como o autismo, o AVC, a paralisia cerebral, etc.
  • O material fica armazenado por tempo indeterminado.

A coleta é feita de maneira indolor e sem riscos à mãe e ao bebê. O colhimentodo SCUP é realizado, com a liberação do Obstetra e Pediatra, logo após o nascimento do bebê (após o corte do cordão umbilical) e antes da retirada da placenta. O material é transportado para uma unidade de processamento e congelamento de células, onde será armazenado em temperaturas que podem chegar a 196° negativos.

É importante lembrar que:

• Podem ocorrer descartes do material, seja por opção do casal, seja por alguma restrição referente a requisitos técnicos previstos na RDC nr. 214/2018 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

• Não existe um prazo definido para os pais decidirem sobre a coleta do SCUP, mas o ideal é programar com antecedência para que a única preocupação na hora do parto seja o bem estar da mamãe e o nascimento do bebê. O Criovida trabalha com coletas de urgência, porém os pais precisam acioná-lo com pelo menos 3 horas de antecedência da hora do parto para que haja tempo do colhedor se deslocar até a maternidade e conseguir formalizar sua entrada e o preparo para a coleta. O telefone de plantão é (31) 99867-0600.

• Não só o médico obstetra precisa ter conhecimento, mas também o hospital/maternidade para autorizar a entrada do colhedor na instituição e permitir que a coleta seja realizada. Quando se tem a informação do médico que fará o parto, o colhedor faz um contato prévio, mas no caso de plantonista, antes de iniciar o parto, o colhedor explicará ao obstetra qual será o procedimento para realizar a coleta do sangue do cordão umbilical.

O Laboratório Hermes Pardini, parceiro da Maternidade e Hospital Octaviano Neves, através da sua unidade especializada, o CRIOVIDA, presta o serviço de coleta de sangue de cordão umbilical e placentário com confiança, segurança e rapidez e com o auxílio de profissionais capacitados e especializados para atendimento em partos normais ou cesarianos.  

Para mais informações ligue (atendimento em horário comercial) :
(31) 98483-9746 (Whatsapp) | (31) 3378-8846 | (31) 3378-8631

Fonte:
Webiste Hermes Pardini – www.hermespardini.com.br
Website Criovida – www.criovida.com.br